Alemanha 2014: Como Atacaram os Novos Campeões do Mundo – Fase de Construção

A Alemanha conseguiu adicionar uma nova estrela à sua camisola depois de ter garantido o Tetra no Mundial FIFA Brasil 2014.

Este foi o 11 tipo que os conduziu à vitória:

Equipa Tipo

Em seguida mostraremos como iniciavam normalmente a Fase de Construção do seu Jogo Ofensivo (com o objetivo de progredir, superando as linhas defensivas adversárias)…

Imagens criadas no software desportivo TACTICALPAD

1. Sair a jogar curto desde trás:

Preferencialmente tentavam sempre sair a jogar curto desde trás, isto é, o Guarda-Redes tentava iniciar o ataque colocando a bola perto, num dos seus defesas.

Sair a jogar Curto

Preferencialmente o Guarda-Redes colocava a bola num dos Defesas, mas quando os adversários impossibilitavam isso, utilizavam uma dinâmica em que o Lateral (normalmente Lahm) se deslocava para o centro do terreno de jogo, arrastando o seu adversário direto, descaindo o Médio Interior Local (neste caso Khedira) para receber a bola na zona libertada junto à linha lateral.

Sair a jogar Curto - Lateral Dentro

2. Sair a jogar longo desde trás:

Quando a equipa adversária conseguia evitar que a Alemanha iniciasse a construção do seu jogo ofensivo de forma curta desde trás, recorriam ao jogo longo, colocando o Guarda-Redes a bola preferencialmente para Muller (jogador mais alto e mais forte no jogo aéreo) que a tentava desviar para a entrada nas suas costas de Klose. O resto dos jogadores deslocavam-se imediatamente para as imediações da zona da bola para garantirem o ganho de uma eventual “2ª bola”.

Sair a jogar Longo

3. Utilização do Guarda-Redes para rodar o jogo para um lado e para o outro:

Sempre que algum jogador se sentisse mais pressionado nesta 1ª Fase, tinha sempre a opção de utilizar o seu Guarda-Redes de forma a este dar continuidade ao jogo alemão. Desta forma, Neuer movimentava-se sempre em relação à zona onde estava a bola garantindo sempre opção de passe ao portador. Assim sendo, Neuer demonstrava uma grande capacidade para jogar a bola com os pés (de forma curta ou longa) e sempre com grande precisão (com um e outro pé).

GR para retirar bola da zdp

4. Utilização da dinâmica do “3º Homem”:

Quando a bola estava num dos Centrais e o Ponta de Lança adversário tentava impedir a colocação da bola no outro corredor, o Médio Centro atuava como elo de ligação entre os dois Centrais de forma a que a bola fosse para o outro lado.

3º Homem

5. Colocação da bola no Lateral que “ganhou as costas” do seu adversário:

Os Laterais (usualmente Lahm), demonstravam sempre uma grande concentração e inteligência de jogo, aproveitando as ocasiões em que o seu marcador direto lhes dava mais espaço e os deixava progredir sem oposição pelas zonas laterais. Os Centrais observando esta vantagem posicional colocavam a bola no timing adequado no Lateral.

Lateral ganha costas do adv

6. Sob pressão intensa colocar a bola longa nos jogadores mais avançados:

O portador da bola em zonas mais recuadas sempre que sofria uma pressão intensa dos adversários e ficava sem opção de sair a jogar desde trás, colocava a bola longa para os seus avançados. Normalmente a bola era colocada para o Ponta de Lança que a tentava desviar para a entrada dos Extremos nas suas costas. Restantes jogadores subiam de imediato no terreno de jogo de forma a garantir o ganho das “2as bolas”.

Jogar Longo


ADD IT TO YOUR NOTEBOOKS!

You need to login or register to bookmark/favorite this content.


YOU CAN BE INTERESTED IN

Bookmarked By

Leave a Reply