Manter a “Amplitude Total do Jogo” (seja da maneira que for)

Para uma equipa de Futebol mostrar um Jogo de qualidade, tem de fazer “Campo Grande” quando está a atacar.

Este “Campo Grande” é materializado na presença de jogadores totalmente abertos junto às linhas laterais (um em cada lado do campo) e outro(s) jogador(es) a darem a máxima profundidade possível à equipa.

Em relação à “Amplitude Total do Jogo”, vemos que nas grandes equipas ela é assegurada de distintas maneiras. Muitas vezes são os Extremos que a garantem, outras vezes são os Laterais.

1

No único golo da derrota de 3-1 com o FC Porto, Boateng mostrou o seu conhecimento do Jogo de Futebol ao garantir a amplitude ao jogo da equipa alemã numa altura em que nenhum dos jogadores que habitualmente o fazem o podiam fazer (Extremos e Laterais).

A situação iniciou-se num pontapé de canto em que Xabi Alonso, em vez de colocar a bola na área (como tinha sucedido nos dois cantos anteriores), decidiu atrasá-la para um companheiro que estava colocado fora da grande área.1

A partir daqui, com os jogadores fora das posições que habitualmente ocupam (devido à sua colocação estratégica nos momentos anteriores ao pontapé de canto), Boateng reconheceu que o Princípio do Espaço (um dos Princípios Específicos de Ataque do Jogo de Futebol) não estava a ser garantido por ninguém (ausência de jogadores junto à linha lateral do corredor direito).

2

O Princípio do Espaço do Ataque é fundamental por algumas das seguintes razões que enumeramos em seguida:

– Ao utilizarmos toda a amplitude do campo de jogo quando atacámos, conseguimos aumentar as distâncias entre os jogadores adversários que defendem. Com isto tornámos muito mais difícil a criação de coberturas defensivas ao defensor que se opõe ao portador da bola e assim é mais fácil ultrapassá-lo.

– Conseguimos também enviar a bola para espaços em que a equipa adversária exerce uma pressão reduzida, devido à aglomeração de jogadores da equipa sem bola nos espaços em redor da bola. Isto permite-nos ter sempre opções seguras para mantermos a posse da bola e termos mais tempo para tomar as decisões mais acertadas.

No decorrer da jogada, ocupou então ele esse espaço junto ao corredor lateral direito, assegurando assim a “Amplitude Total do Jogo” ou se preferirmos o “Campo Grande”. O seu colega ao ver a sua posição privilegiada colocou-lhe a bola no espaço livre para que Boateng conseguisse efetuar o cruzamento que originou o golo solitário dos alemães em Portugal.

3

4

Esta decisão de Boateng não será um acaso, o facto dele ter sido muitas vezes utilizado como Lateral Direito na sua carreira ajudou a que o seu cérebro reconhecesse esta situação e o fizesse seguir um juízo acertado. Daqui a crucial importância dos jogadores durante a sua formação (e mesmo a nível profissional) passarem por várias posições no terreno de jogo. Isto vai permitir que desenvolvam um maior conhecimento do Jogo e sejam no fundo muito mais inteligentes futebolisticamente.


ADD IT TO YOUR NOTEBOOKS!

You need to login or register to bookmark/favorite this content.


YOU CAN BE INTERESTED IN

Bookmarked By

Leave a Reply