Sessão de Treino: Portugal Sub18 (Emílio Peixe)

No Fórum dos Treinadores Portugueses de Futebol/Futsal de 2015 tivemos a oportunidade de observar uma Sessão de Treino de uma das Equipas (Sub18) da Seleção Portuguesa de Futebol (uma das melhores Seleções de Futebol do Mundo).

O treino orientado pelo Treinador Emílio Peixe teve como principal objetivo o trabalho das Transições (ofensivas e defensivas) existindo assim contextos que permitissem muitas perdas e ganhos de bola.

Vídeos criados no software desportivo TacticalPad (clicar neste link para aceder à versão de demonstração gratuita).

1. Ativação Específica (2′)

A Sessão de Treino iniciou-se com os jogadores nas suas posições de jogo realizando vários movimentos (previamente definidos) para se prepararem para os exercícios seguintes.

2. Ativação com Bola – Passes (4 SubEstruturas) – (2′)

Equipa dividida em 4 grupos (Jogadores colocados no campo de jogo, sendo os grupos constituídos por GR/Defesas/Pivot (2 grupos) e Médios Interiores/Atacantes (2 grupos)).

Cada um dos 4 grupos com 1 bola, circulam a bola entre si seguindo os Princípios Base, quer na zona da bola, quer na zona do lado contrário, ou seja, procurar ligação de jogo no corredor mais à frente e do lado contrário reajustar um pouco para a zona interior (mesmo que a equipa esteja em posse da bola).

Vídeo:

3. Simular a Perda da Bola (2′)

Com a mesma organização do exercício anterior, cada um dos 4 grupos vai circulando a bola e quando o treinador dá o sinal, os jogadores simulam que perdem a posse da bola e reajustam as suas posições a este momento do jogo. Importante que se coloquem de forma a que os adversários tenham de direcionar o jogo para fora ou para trás (Princípio Base). Voltando a passar a bola 4/5″ depois.

Imagem:

Perder a Bola

4. Mobilização Articular e Potenciação Muscular (2′)

5. Hidratação (2′)

6. GR+5×5 – Em metade do espaço do jogo (5′)

Com a equipa dividida em 2 grupos, jogam em cada metade do espaço de jogo duas situações de GR+5×5.

O Guarda-Redes, Defesas e Pivot têm como objetivo defensivo impedir que os 5 adversários (2 Médios Interiores e 3 Atacantes) consigam marcar golo, pressionando o portador da bola e reajustando as posições constantemente. Como objetivo ofensivo têm de, se possível, ganhar vantagem nos instantes seguintes à recuperação da bola para a passar ou conduzir para uma das duas “balizas” (estacas vermelhas).

Sempre que a bola sai, o jogo é reiniciado pelo treinador junto à linha intermédia do campo de jogo.

Jogam-se duas partes de 2’30”.

Vídeo:

7. 5×5+GR – Em metade do espaço do jogo (5′)

Equipas subdivididas em 2 grupos (o grupo dos 5 Defesas mais o Guarda-Redes e o grupo dos 5 Atacantes). Ficam limitadas a jogar no seu meio-campo respetivo. Atacantes (colocados no seu meio-campo ofensivo) tentam marcar golo e Defesas (colocados no seu meio-campo defensivo) tentam recuperar a bola para a colocarem de imediato para os seus atacantes.

Jogam duas partes de 2’30”.

Vídeo:

8. 6×5+GR – Em metade do espaço do jogo, com a possibilidade de incorporação do Lateral do lado da bola no ataque (5′)

Igual ao exercício anterior mas com a possibilidade do Lateral do lado da bola entrar no seu meio-campo ofensivo para ajudar os seus jogadores mais adiantados a obter o golo. Sempre que a bola roda de corredor, os Laterais devem ajustar as suas posições, já que apenas um pode estar a atacar.

Jogam duas partes de 2’30”.

9. Potenciação Muscular (2′)

10. 7×7+GR – Em metade do espaço do jogo, com a possibilidade de incorporação do Lateral do lado da bola no ataque e Pivot, assim como dos 2 Médios Interiores da equipa que defende (5′)

Exercício com a mesma dinâmica dos anteriores, mas aqui com a participação de mais jogadores, tanto no ataque como na defesa.

Jogam duas partes de 2’30”.

11. GR+10×10+GR (5′)

Jogo com as equipas completas, apenas pelo corredor central. A situação inicia-se com uma jogada de Bola Parada. Se houver golo da obtenção direta do livre ganham 2 pontos, se equipa adversária recuperar a bola e em menos de 10” marcarem golo, ganham 3 pontos. Golo obtido de outra forma vale 1 ponto.

Competição no final do treino em que os jogadores da equipa que perder terão de servir a refeição aos vencedores (estavam a estagiar numa unidade hoteleira).

Jogaram duas partes de 2’30”.

Imagem:

GR+10x10+GR

12. Trabalho Setorial – Linha Defensiva (5′)

No final do treino, 8 defesas (2 linhas defensivas de 4 jogadores) realizaram uma atividade extra para melhorar a articulação defensiva. Os jogadores deveriam estar permanentemente ativos para recuperarem a bola quando a mesma fosse colocada nas suas costas. Uma linha defensiva colocada em bloco alto e a outra em bloco baixo.

Related Posts

TacticalPedia

TacticalPedia

The most comprehensive Encyclopedia for Football Coaching From Coaches to Coaches

Leave a Reply